Likes 0 Likes

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Athena

  • *
  • Administrador (a)
  • Mestre
  • *****
  • Mensagens: 1734
  • Sexo: Feminino
  • Deus não joga aos dados (Albert Einstein)
  • Avaliação:
Fogo Fátuo - O que é?
« em: Junho 13, 2019, 17:59:26 »
Sem permissão para ver imagens. Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra


Um dos fenômenos naturais mais curiosos e exclusivos é o chamado fogo-fátuo, do latim ignis fauus. Consiste na geração espontânea de uma intensa labareda em animais e plantas que se encontram em processo de decomposição ou putrefação.

Por que se produz?
Normalmente o fogo-fátuo ocorre nas proximidades de algum lugar pantanoso e úmido. Embora não exista uma teoria definitiva para explicar este fenômeno, acredita-se ser consequência de uma reação química: a matéria vegetal ou animal putrefata emite gás metano e fósforo e, ao entrar em contato com o ar, provoca chamas de fogo na cor azul ou amarela. Esta reação química também pode ocorrer nos cemitérios, já que os ossos humanos em decomposição contêm altas taxas de fósforo (este elemento é altamente inflamável).
 
Segundo outras teorias, o fogo-fátuo tem relação com a tensão energética das camadas tectônicas (a tensão provoca o aquecimento do solo e isso acaba desencadeando um pequeno fogo em uma planta ou animal em processo de decomposição).

Em resumo, há uma reação química, mas não se sabe com absoluta certeza de que maneira é produzida.

Do ponto de vista das crenças populares
Muitos fenômenos científicos têm uma aparência misteriosa e o fogo-fátuo é um bom exemplo disso. Por este motivo, acredita-se na mitologia popular que essas estranhas chamas eram a manifestação dos espíritos humanos de uma vida anterior.

Em algumas tradições europeias se afirmava que eram seres malignos que provocavam acidentes ou o espírito de alguma criança que havia morrido sem ser batizada.

Os incas tinham outra explicação: os fogos eram indicadores de algum tesouro escondido. Na Índia, este fenômeno era atribuído à ação de alguns duendes com um halo de luz fosforescente.

A lenda da Candileja, na Colômbia, era a típica história contada pelos avós para que os netos se comportassem bem
Na cultura popular colombiana, conta-se que há muitos anos havia uma mulher idosa que não conseguia controlar seus netos que eram travessos e se comportavam sem nenhum respeito e de maneira grosseira. Quando a idosa faleceu, São Pedro a recriminou por sua falta de firmeza na educação de seus netos e por este motivo a condenou para purgar suas penas entre os vivos.

Sua peregrinação está envolvida por três chamas de candela e desta maneira provoca o pânico por aonde vai. A misteriosa presença da mulher é popularmente conhecida como Candileja.

Em outra versão da lenda, conta-se que Candileja foi uma mulher queimada viva junto com seus filhos e depois transformada em uma bola de fogo que perambulava pelas ruas solitárias assustando as pessoas.

Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra
  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas
A religião do futuro será cósmica e transcenderá um Deus pessoal, evitando os dogmas e a teologia.
(Albert Einstein)