Likes 0 Likes

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Hecate

  • *
  • Fixe
  • ***
  • Mensagens: 290
  • Sexo: Feminino
  • Avaliação:
Meus caros amigos, sei que estão a aguardar por mais, mas estas foram as situações mais complexas que vivi com ele, a nível do paranormal.

O que vos posso contar mais não sei se poderá ser relevante.

Entre muitas discussões, agressões, traições e outras coisas que prefiro nem mencionar, estivemos juntos cerca um ano e meio, dois... A dada altura estava muito farta de ser tão maltratada e separamo-nos, mas vivi numa angústia interior brutal, viver sem ele era impensável e viver com ele era um terror.

Durante todo o tempo que estivemos juntos ele nunca me deixou tomar a pilula porque queria a todo o custo ser pai e acusava-me de não conseguir engravidar, aliás engravidou uma rapariga enquanto vivia comigo, sendo essa menina a filha mais velha.

Após estarmos separados, tivemos um encontro, apenas uma vez e fiquei grávida. Não voltei logo para ele, inclusivamente disse-lhe que estava grávida mas que o filho era de um colega meu do trabalho… Isto porque tinha medo e porque a relação com os meus pais estava totalmente deteriorada, eles não compreendiam como eu conseguia viver assim, aliás não era eu no meu perfeito juízo, não de todo.

O certo é que a obsessão era de tal ordem que acabei mesmo por voltar para ele e confessar que o bebé era dele. Voltou o terror…
Um dia disse-me que ia ter com uma rapariga (mais uma traição) porque ele não fazia questão de esconder, dizia-me na cara que me ia trair ou que me tinha traído.

Nesse dia reclamei, estava grávida, cada vez mais debilitada e infeliz, não consegui ficar calada, o que me valeu uma tremenda bofetada a qual ripostei. Grande erro, a tareia foi de tal ordem que deixei de ver, só ouvia ao longe e se a mãe dele (que estava na minha casa com os filhos porque tinha sido despejada por não pagar a renda e eu acolhi) não lhe tivesse deitado a mão ele matava-me ali…

Fiquei com um descolamento da placenta. Fui sozinha para o hospital, disseram-me que o meu bebé estava vivo mas que o mais certo era não aguentar. Mandaram-me para casa e ficar deitada sem fazer qualquer tipo de esforço.

Nesse dia estava sozinha, sem dinheiro, nem tinha como regressar, graças a Deus os meus avós foram-me buscar.

Cheguei a casa, deitei-me e coloquei a imagem da Nossa Senhora (a mesma à qual ele quebrou as mãozinhas) junto da minha barriga. Chorei muito, pedi-lhe com muita fé que salvasse o meu filho, e salvou... foi um milagre.

A partir desse dia algo em mim mudou, e digo-vos com toda a certeza do mundo que foi o amor pelo meu filho que fez com que saísse daquele estado de transe e começasse a conseguir raciocinar. Se não fosse assim hoje não estaria aqui a contar-vos nada, tinha-me matado, passou-me pela cabeça fazê-lo e cheguei a tentar.

Tinha um processo a decorrer em tribunal porque o pai da minha filha e os meus pais apresentaram queixa na CPCJ dizendo que junto com aquele monstro eu jamais poderia ficar com a minha filha, pois ele representava um enorme perigo para a criança.
Uns dias antes de ir a julgamento pedi ajuda á minha mãe, foi preciso uma grande coragem. Mas ela é mãe, e não me abandonou, aliás nem a minha mãe nem o meu pai.

No dia do julgamento já tinha tudo planeado para deixar aquela vida. Sem que ele soubesse de nada, arranjei uma casinha de porteira pequenita mas que para nós dava muito bem, foi uma grande amiga, que infelizmente já partiu, e cedo demais, que me ajudou a conseguir ficar com a casa.

Estava com 5 meses de gravidez quando fui a julgamento, a juíza só me disse que tinha dois caminhos que podia seguir… um com ele, outro com os meus filhos e que estaria nas minhas mãos escolher qual queria. Sem hesitar disse que queria o segundo caminho e que já estava a preparar tudo para o deixar.

Se tivesse escolhido o primeiro a minha filha era automaticamente entregue aos avós e o bebé seria-me retirado mal nascesse.

Ainda assim, foi entregue a guarda provisória aos meus pais até que eu conseguisse ter a casa. Fiquei condenada ao pagamento de uma multa (que foi o meu pai quem pagou), tive de aceitar acompanhamento psicológico semanal, durante um ano não podia ter nenhuma relação amorosa e seria acompanhada sempre pela assistente social, uma falha e ficava sem os meus filhos.

Fiz tudo certinho, o meu bebé nasceu em Março de 2006 e nem comuniquei o nascimento dele ao pai, seguiu mais um processo para tribunal para reconhecimento da paternidade.

Durante 10 anos não conheceu o menino, acabou por o conhecer o verão passado e mais uma vez bem me enganou, mas enfim, isso já é outra história.

A conclusão de tudo isto, é que algo muito forte e macabro me foi feito.

Vocês não me conhecem, mas em nada do que aconteceu estava presente o meu verdadeiro eu, só retomei a minha personalidade no final, algo me comandava, o quê… jamais saberei.

Sou e sempre serei uma lutadora, e apesar de tudo orgulho-me de ter conseguido trazer o meu filho a este mundo e de o ter criado sozinha, sem pai, mas com um amor infinito…





  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas
Hecate era, na mitologia grega, a deusa da bruxaria, também conhecida como a Rainha dos fantasmas, por ter poderes especiais em cemitérios. Era vista como uma deusa lunar.

Offline andreia V.

  • *
  • Novato
  • **
  • Mensagens: 166
  • Sexo: Feminino
  • Avaliação:
Re: Experiencias que vivi com uma pessoa satânica - Parte IV
« Responder #1 em: Julho 08, 2017, 01:00:35 »
És uma grande mulher!! muita gente não aguentaria, sei bem o que é enfrentar tribunais e CPCJ... Lutas te muito!!
  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas

Offline maryn

  • *
  • Guru
  • ****
  • ET go home
  • Mensagens: 530
  • Sexo: Feminino
  • Avaliação:
Re: Experiencias que vivi com uma pessoa satânica - Parte IV
« Responder #2 em: Julho 08, 2017, 08:58:24 »
realmente és uma mulher com M grande. Aguentaste demais mas o que interessa é que fugiste desta situação toda. Força aí
  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas
The truth is out there

Offline Hugão

  • *
  • Novato
  • **
  • Mensagens: 235
  • Sexo: Masculino
  • Avaliação:
Re: Experiencias que vivi com uma pessoa satânica - Parte IV
« Responder #3 em: Julho 08, 2017, 10:15:41 »
 Mais uma excelente história, com uma excelente narrativa, escreves bem, se quisesses escrevias um livro com as histórias por que passaste, pois com tempo e mais uns pormenores, davam textos grandes e interessantíssimos. Ao escreveres aqui escreves à pressa, pois vais-te lembrando doa que queres contar e vais escrevendo ao mesmo tempo, mas se estruturasses melhor os textos, e acrescentasses mais uma coisinha aqui ou ali, dava uma excelente obra literária.

 Bom, de qualquer das formas, és ENORME, parabéns. Sofreste, mas graças a esse sofrimento desenvolveste um carácter fortíssimo, e tornaste-te provavelmente uma pessoa difícil de abalar.
 Foi a partir do momento em que afirmaste verdadeiramente que querias decidir o teu próprio caminho e vida, que ele deixou de ter poder sobre ti. Mas cuidado. Ele pode voltar a tentá-lo, e se alguém o pode conseguir, é ele. Tens de continuar forte e decidida. Não vaciles!!
  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas

Offline Hecate

  • *
  • Fixe
  • ***
  • Mensagens: 290
  • Sexo: Feminino
  • Avaliação:
Re: Experiencias que vivi com uma pessoa satânica - Parte IV
« Responder #4 em: Julho 08, 2017, 12:20:23 »
Sem permissão para ver links. Regista te ou Entra
Mais uma excelente história, com uma excelente narrativa, escreves bem, se quisesses escrevias um livro com as histórias por que passaste, pois com tempo e mais uns pormenores, davam textos grandes e interessantíssimos. Ao escreveres aqui escreves à pressa, pois vais-te lembrando doa que queres contar e vais escrevendo ao mesmo tempo, mas se estruturasses melhor os textos, e acrescentasses mais uma coisinha aqui ou ali, dava uma excelente obra literária.

 Bom, de qualquer das formas, és ENORME, parabéns. Sofreste, mas graças a esse sofrimento desenvolveste um carácter fortíssimo, e tornaste-te provavelmente uma pessoa difícil de abalar.
 Foi a partir do momento em que afirmaste verdadeiramente que querias decidir o teu próprio caminho e vida, que ele deixou de ter poder sobre ti. Mas cuidado. Ele pode voltar a tentá-lo, e se alguém o pode conseguir, é ele. Tens de continuar forte e decidida. Não vaciles!!

Sabes desde miúda que gosto de escrever, escrevi imensos livros quando era jovem. Mas eram histórias que inventava...

Hoje em dia ainda amo escrever, aqui estou a contar uma situação real e realmente até há muitos pormenores que me falham, não estou a pensar muito no que escrevo, escrevo o que me lembro, sem técnica.

Há uns anos atrás comecei a escrever um livro, tinha a história toda organizada na minha mente e já ia adiantada... acreditas que o pc que tinha na altura pifou e perdi tudo? E que burra, não fiz uma cópia de segurança em lado nenhum, fiquei para morrer.

Há uns tempos ganhei coragem e recomecei o livro do inicio, mas passei uma fase complicada e perdi a paciência para continuar, embora já esteja avançada  :) agora vou recomeçar, é uma história de amor que também tem uma parte sobrenatural, falo em reencarnação, quero dedica-lo a uma pessoa que marcou toda a minha existência, mas que infelizmente partiu muito antes da hora... tenho conseguir acabar  :)

Obrigado a todos pelo apoio e pelo carinho.

Quanto a ele, vai tentando de tempos a tempo dar-me a volta á cabeça, mas não consegue, estou muito mais forte e determinada... acima de tudo amo os meus filhos e é com eles que tenho de me preocupar e a eles entrego o meu coração... somente a eles .

 :-* :-* :-*
  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas
Hecate era, na mitologia grega, a deusa da bruxaria, também conhecida como a Rainha dos fantasmas, por ter poderes especiais em cemitérios. Era vista como uma deusa lunar.

Offline Hugão

  • *
  • Novato
  • **
  • Mensagens: 235
  • Sexo: Masculino
  • Avaliação:
Re: Experiencias que vivi com uma pessoa satânica - Parte IV
« Responder #5 em: Julho 08, 2017, 13:03:55 »
 Sim, acaba o livro. Depois diz qual é para nós comprarmos..
 Pois... Eu sabia que ele voltava a tentar, e sei que vai voltar a tentar, e de forma mais veemente, por isso prepara-te, não vaciles, estamos a falar não só do teu bem estar, mas também do das crianças..
 
  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas

Offline Sky

  • *
  • Guru
  • ****
  • Mensagens: 606
  • Sexo: Feminino
  • Avaliação:
Re: Experiencias que vivi com uma pessoa satânica - Parte IV
« Responder #6 em: Julho 12, 2017, 16:41:38 »
Mais um relato impressionante  ???
Concordo com o Hugão, tens um dom para a escrita. Acaba o livro e diz alguma coisa.
E força... continua assim  :-*
  • Gosto    Nao Gosto    Supreendido    Medo    Triste    Sorriso    Terror    Piscar    Desconfio    Lágrimas

 

Experiências que vivi com uma pessoa satânica - Parte I

Iniciado por Hecate

Respostas: 16
Visualizações: 2704
Última mensagem Junho 28, 2019, 15:35:04
por medium29
Experiências que vivi com uma pessoa satânica - Parte II

Iniciado por Hecate

Respostas: 19
Visualizações: 2605
Última mensagem Julho 04, 2017, 18:43:06
por Hugão
Experiências que vivi com uma pessoa satânica - Parte III

Iniciado por Hecate

Respostas: 27
Visualizações: 2880
Última mensagem Julho 08, 2017, 01:09:50
por andreia V.